Seguro residencial pode ser mais acessível.

Seguro 3 de janeiro de 2020

Seguro residencial pode ser mais acessível

Veja como é fácil ter uma seguro residencial mais barato.

Chuvas e enchentes? Como não perder o seguro

De acordo com alguns dados apenas 15% das residências no Brasil possuem algum seguro residencial. Apesar da baixa aderência o seguro não é caro e pode ajudar o proprietário ter grandes despesas em caso de acidentes ou roubos.

Normalmente as seguradoras cobram em torno de 0,1% a 0,5% sobre o valor do imóvel por ano, isto na cobertura essencial. Neste caso, o valor pode variar entre R$ 250 e R$ 1250 em relação a um imóvel avaliado em R$ 250 mil.

Leia também...

Contudo é comum o valor da apólice ser reduzido no ato da renovação caso não tenha ocorrido nenhum sinistro. Outro ponto interessante é a facilidade de pagamento que algumas seguradoras dão, onde além do pagamento a vista você pode parcelar.

Comumente as coberturas mais básicas de um seguro residencial cobrem incêndios queda de raios e explosão por gás. Contudo você ainda pode fazer adesão de coberturas adicionais como: quebra de vidros, danos elétricos, desmoronamento, roubos e furtos, dentre outros.

Chuvas e enchentes? Como não perder o seguro

Neste caso, recomendamos que analise quais as melhores coberturas para seu imóvel para ir adequando sua apólice. Por vezes o que acaba encarecendo a apólice é o valor que a pessoa coloca na cobertura para roubo.

Ao contratar um seguro existem alguns pontos que vão ser considerados para ser chegar a um valor. Sendo o principal ponto, o fator de risco de um sinistro no imóvel, podendo aumentar ou diminuir o valor final.

Uso no dia a dia

É comum que algumas assistências emergenciais sejam oferecidas como bônus para quem adquire este tipo de proteção. Sendo estas: chaveiro, eletricista, vidraceiro, bombeiro hidráulico e técnico em eletroeletrônicos.

Publicações relacionadas

Receba atualizações por e-mail